Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

10
Set16

VEM AMAR


sopa-de-letras

 

8fffba9a86cc4273af24ddf86a7fb46b.aspx.jpg

 

Vem amar-me velho fado
Salva-me da minha sorte
Envolve-me num “FALADO”
Abraça-me num “DO NORTE”
 
Tu vê só com que ansiedade
Minha alma por ti chama
Vem matar esta saudade
Vamos amar em Alfama
 
Podes trazer um “CORRIDO”
Um “CASTIÇO” ou um “MENOR”
Desde que seja sentido
Cantado com muito amor
 
Vem num fado “MARIALVA”
Ou num velho “MOURARIA”
Vem amar tua guitarra
Com loucura até ser dia.
 
E se por qualquer razão
Vieres num fado “VADIO”
Mais há-de ser a paixão
Mais profundo o desvario
 
MP- 08.09.2016
ciclo do fado

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D