Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

30
Jan14

QUANDO


sopa-de-letras

Domingo, 1 de Abril de 2012
QUANDO

 

 

Pintura de Joaquim Sorolla

 

 

 

Quando nas tuas fantasias

Fazes de mim tua mulher

O calor dessa paixao

Incendeia em mim

A ternura com que te olho.

Acendem-se no meu peito

Estrelas e luas

Iluminando o nosso firmamento .

Nesse instante, tudo se transforma

Meus olhos mostram-se enigmaticos

Meus labios, entreabrem-se

Antecipando o beijo

Que dos teus vira.

Minhas maos aguardam as tuas

Numa espera mole e quente.

Todo o meu ser grita

Aos sete mares

A sede que o devora.

 

Poema de MDM 01.04.2012

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

-POESIA

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D