Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

17
Jan14

MARIA NAO VAI COM AS OUTRAS


sopa-de-letras

 

 

A lua alumia

Maria la vai

Para mais um dia

Sem soltar um ai

 

Da noite mal dormida

As marcas no rosto

Encarando a vida

Com garra e com gosto

 

Seu carro velhinho

Vamos ver se pega

`E longo o caminho

Quando ele se nega

 

O trabalho espera

E o tempo ja pesa

Ja, o que ela era,

Nao `e concerteza

 

Nessa terra estranha

Onde ela labora

Tristeza tamanha

Que a Maria chora

 

Outro dia vem

E a Maria ri

Que a vida tambem

`As vezes sorri

 

No seu peito a chama

Na alma a paixao

E o homem que ama

No seu coracao

 

Maria sem medo

Levanta-se e cai

Guarda seu segredo

"Com outras" nao vai

 

Segue seu caminho

Sabe o que quer

Diz sempre baixinho

Que bom ser mulher

 

Um dia a Maria

Podem ter certeza

Rira de alegria

P'ra vossa surpresa

 

Esta `e a estoria

De tanta Maria

Sonhando a vitoria

Que vira um dia

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

-POESIA

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D