Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

10
Set16

IREMOS DE MADRUGADA


sopa-de-letras

tumblr_lkn6fmN6dF1qjuu25o1_500.jpg

 

Eu quero morrer contigo
Tua mão na minha mão
Costas coladas ao chão
Sobre o dourado do trigo
Eu quero teus olhos olhar
Bem na hora da partida
Sentir qual é a medida
E o peso do verbo amar
Eu quero olhar para o céu
Na direccão que tu olhas
Se em pranto o rosto molhas
Tambem quero molhar o meu
Eu quero partir contigo
O mundo sem ti é nada
Iremos de madrugada
Terminara o castigo
E la no céu ha-de haver
Lugar para o nosso amor
Onde o sol se vai pôr
Haveremos de viver
 
MP-25.08.2016
Ciclo do amor

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D