Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

16
Jan21

PASSO NA VIDA A CANTAR


Maria Letras sopa-de-letras

Passo na vida a cantar
Vivo a vida alegremente
Cantar é nunca calar
A mágoa que o peito sente

Canto ao amor porque sinto
Que o amor é dom divino
Que se escapa ao labirinto
Das maldades do destino

Se a saudade não doesse
Queria viver de saudade
Talvez assim eu pudesse
Voltar atrás na idade

Por tudo o que a vida dá
Devemos agradecer
Se a desdita é boa ou má
Só Deus o pode saber

Para que quero eu viver
Para que quero cá andar
Se não puder até morrer
Andar na vida a cantar

Maria Letras, UK
16.01.2021

16
Jan21

AMOR DE RAPAZ


Maria Letras sopa-de-letras

Tenho saudade do meu tempo de rapaz
Daquele jovem audaz
Que te amava ardentemente
Tenho saudade desse tempo de quimera
Em que eu estava à tua espera
Como de Deus está o crente

Tenho saudade da perdida mocidade
Quando eu te amava à vontade
Sem uma réstia de pudor
Tenho saudade daquela vida de outrora
Em que dentro de uma hora
Cabia o meu grande amor

Ó meu amor quem me dera
Ver os teus olhos brilhar
Ver de novo a Primavera
No teu cabelo a brincar
Ver tua pele de jasmim
Sentir-lhe de novo o cheiro
Teu rosto a sorrir p'ra mim
E beijar teu corpo inteiro

Maria Letras,UK
16.01.2021

(para a musica do fado Meu Amor Marinheiro)

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Em destaque no SAPO Blogs
pub