Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

13
Fev20

ACERTO DE CONTAS


Maria Letras sopa-de-letras

 

Já tanto a vida me deu
E já tanto me tirou
Eu já nem sei se sou eu
Quem até aqui chegou

Estranho-me tanta vez
Quando olho para trás
Ao ver o que a vida fez
Ao ver o que o tempo faz

Pergunto-me, surpreendida
Em meu pensamento breve
Se sou eu que devo à vida
Ou se é ela que me deve

Num breve acerto de contas
A doce tranquilidade
E até as coisas mais tontas
Se transformam em saudade

Maria Letras, UK 13.02.2020

GettyImages-911731612-5c238a67c9e77c00010ec63e.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Em destaque no SAPO Blogs
pub