POETA É O POVO
POESIA
10
Set 16

 

8fffba9a86cc4273af24ddf86a7fb46b.aspx.jpg

 

Vem amar-me velho fado
Salva-me da minha sorte
Envolve-me num “FALADO”
Abraça-me num “DO NORTE”
 
Tu vê só com que ansiedade
Minha alma por ti chama
Vem matar esta saudade
Vamos amar em Alfama
 
Podes trazer um “CORRIDO”
Um “CASTIÇO” ou um “MENOR”
Desde que seja sentido
Cantado com muito amor
 
Vem num fado “MARIALVA”
Ou num velho “MOURARIA”
Vem amar tua guitarra
Com loucura até ser dia.
 
E se por qualquer razão
Vieres num fado “VADIO”
Mais há-de ser a paixão
Mais profundo o desvario
 
MP- 08.09.2016
ciclo do fado
publicado por sopa-de-letras às 23:07
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO