Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

23
Ago17

TONS DE FADO MAIOR


sopa-de-letras

28305_fado_maiopr.jpg

 

 

Sou triste por natureza
Alegre por vocação
Mandei embora a tristeza
Floriu meu coração

 

Naquele dia marcado
Pelo ferro do destino
Começava o nosso fado
Terminava o desatino

 

Tantas vezes nos cruzamos
Pelos caminhos trilhados
Mas nunca nos encontramos
Por não estarmos preparados

 

Era preciso sofrer
Para, então, se dar valor
Ao que estamos a viver
A este, tardio, amor

 

Instantes hoje vividos
Amanhã serão memória
E para sempre sentidos
Na alma da nossa estória

 

Hoje vamos lado a lado
Seja lá para onde for
Vivemos o nosso fado
Em tons de Fado Maior

 

23.08.0217, BMVL

24
Ago15

E QUANDO JA NAO HOUVER TEMPO?


sopa-de-letras

 

20150518_163653.jpg

 

E QUANDO SE ACABAR O TEMPO?

E TU JA NAO ESTIVERES AQUI
QUE FACO EU DO SENTIMENTO
QUE HOJE ME PRENDE A TI

 

QUE SENTIREI AO PERCEBER
QUE JA NAO POSSO BRINCAR
QUE NAO TE POSSO DIZER
QUE VIVI PARA TE AMAR

 

QUANDO A CADA MANHA
NAO PUDER DIZER BOM DIA
E A ESPERANCA MESMO VA
NAO SORRIR COMO SORRIA

 

E SE EU PARTIR NA FRENTE
POR CERTO LEVO COMIGO
A DOR DO AMOR AUSENTE
QUE INVENTO EM TI, MEU AMIGO

MP- 24/08/2015

13
Abr15

AQUELE BEIJO


sopa-de-letras

0003

 

Se aquele beijo soubesse

Do sentir com que chegou

Talvez nunca acontecesse

E eu nao fosse o que hoje sou

 

Um beijo, apenas um beijo

P'ra mudar a minha vida

Passa o tempo, eu nao te vejo

E sem ti, ando perdida

 

Meus labios em tua face

Pousaram com alegria

Ainda que o peito arfasse

Que era amor, eu nao sabia

 

BL-13.04.2015

29
Jan14

OS CINCO SENTIDOS DO AMOR


sopa-de-letras

Segunda-feira, 7 de Maio de 2012
OS CINCO SENTIDOS DO AMOR

 

 

Um homem

`Es apenas um homem

Nada mais do que um homem

Tao simples quanto isto:

Um homem.

Porem, para mim

Nao `es um homem.

Nao!

Para mim tu nao `es um homem.

Para mim ...

Tu `es o homem.

 

OUVINDO.........

Chegam-me os teus sons

O som quente do teu amor

O som alegre da tua euforia

O som doce do teu carinho

O som acido da tua traquinice

O som amargo da tua magoa

O som agudo do teu grito

 

 

VENDO...........

Vejo-te caminhando para mim

Lentamente

Vejo-te sorrir

Num sorriso acanhado

Vejo-te levantar os bracos

E envolveres-me

Vejo desaparecer

Tudo em redor

 

 

CHEIRANDO........

Cheiro a tua presenca

E nela adivinho

O cheiro do estado

Da tua alma

Cheiro tudo

Quanto `e femea

Em teu redor

Absorvendo

O cheiro da ameaca

 

 

SABOREANDO.............

Saboreio o teu beijo

Qual manjar

Vindo dos ceus

Saboreio a tua pele

Como quem

Saboreia o vento

Saboreio o sal

Das tuas lagrimas

Que tempera

O louco amor

Que me ofereces

 

 

TACTEANDO........

Tacteio o teu coracao

Procurando

As certezas que me faltam

Tacteio o teu rosto

Certificando-me

De que `es real

Tacteio a tua mao

Para nos teus dedos

Entrelacar os meus

 

Sinto-te com os meus cinco sentidos........`es o homem.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

-POESIA

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D