POETA É O POVO
POESIA
01
Jul 16

maxresdefault.jpg

 

Saudade da minha alegria
Nao sei porque agora `e triste
Aguardo que volte um dia
Com tudo o que nela existe

 

Eu gostava de entender
O que foi que se passou
Sera por tanto lhe querer
Que ela de mim se fartou?

 

Talvez seja o meu destino
Fatalista como um fado
Um q de tango argentino
Num poema magoado

 

Trago a vida mais sombria
Trago ausente a ilusao
Volta p'ra mim alegria
Inunda-me o coracao

BL- 01.07.2016

publicado por sopa-de-letras às 07:07
tags:
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
26
27
28
29
30
31
posts recentes

ONDE ANDAS MINHA ALEGRIA?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO