POETA É O POVO
POESIA
02
Set 16

 DSCF5583.JPG

(foto do meu jardim Julho 2016)

 

Tal e qual na chegada

E assim será na partida

Sigo só por esta estrada

Ando sozinha na vida

 

Daqui já avisto a meta

Já estou na recta final

Já pouca coisa me afecta

Já é  tudo tao banal

 

Dos sonhos e do amor

Tudo passa tudo vai

Como a mais bela flor

Passa o tempo e ela cai

 

Partirei sem perceber

O porquê de ser assim

Eu neste mundo viver

Sempre perdida de mim

 

BL 02.09.2016

 

 

 

publicado por sopa-de-letras às 02:42
tags: , ,
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO