POETA É O POVO
POESIA
29
Jan 14

Terça-feira, 3 de Julho de 2012
SE EU PUDESSE NUM VERSO

 

 

 

Se eu pudesse num verso

Derramar toda a angustia

Que mora no meu peito

 

Se eu pudesse num verso

Espatifar esta saudade

Que tanto mal me tem feito

 

Se eu pudesse num verso

Destruir a amargura

Que sempre me acompanha

 

Se eu pudesse num verso

Desfiar todas as pontas

Desta minha dor tamanha

 

Se eu pudesse num verso

Virar-me pelo avesso

E sacudir a minha alma

 

Se eu pudesse num verso

Mostrar a tempestade

Escondida nesta calma

 

Se eu pudesse num verso

Descobrir novamente

As ja desfeitas ilusoes

 

Talvez ate esse verso

Pudesse conter em si

Toda a obra do Camoes

 

 

Poema e fotos de Maria Letras

publicado por sopa-de-letras às 21:26
tags:
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO