POETA É O POVO
POESIA
30
Jan 14

Domingo, 1 de Abril de 2012
QUANDO

 

 

Pintura de Joaquim Sorolla

 

 

 

Quando nas tuas fantasias

Fazes de mim tua mulher

O calor dessa paixao

Incendeia em mim

A ternura com que te olho.

Acendem-se no meu peito

Estrelas e luas

Iluminando o nosso firmamento .

Nesse instante, tudo se transforma

Meus olhos mostram-se enigmaticos

Meus labios, entreabrem-se

Antecipando o beijo

Que dos teus vira.

Minhas maos aguardam as tuas

Numa espera mole e quente.

Todo o meu ser grita

Aos sete mares

A sede que o devora.

 

Poema de MDM 01.04.2012

publicado por sopa-de-letras às 22:34
tags:
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO