POETA É O POVO
POESIA
29
Jun 16

De que adianta gritar que te amo,

Ou deixar fluir o sentimento?

Se me nao podes valer se  te chamo

Se nao vens aliviar o meu tormento?

 

Para que a alegria do amor,

Se a tristeza da ausencia me tortura?

Se a ansia de te ter `e superior

Ao maior gesto de carinho e de ternura?

 

Arde no meu peito a chama imensa

Da paixao, do desejo, e do amor

Mas a palavra, no ar, fica suspensa

Por nao poder grita-la em teu louvor

publicado por sopa-de-letras às 10:48
Junho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO