Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

02
Jun15

O MAR E A AREIA


sopa-de-letras

 

Se pensarmos bem, o mar

É como um fiel amante,

Ande lá por onde andar,

Não esquece, mesmo distante

 

Nas suas longas viagens

Encontra de tudo um pouco,

Beija as mais belas paisagens

Mas faz sempre ouvido mouco

 

Porque ele sabe o que quer

Não se deixa enfeitiçar

Venha a lua, qual mulher

Venham sereias cantar

 

Ao sorrir-lhes brincalhão

Atira beijos de espuma

Sabe que o seu coração

Nunca será de nenhuma

 

Cansado de andar por lá

Volta cheio de saudade

Pois sabe que ela lá esta

Esperando com ansiedade

 

Mas ela que não é  tola

Enquanto ele não voltar

Ao sol vai dando bola

P'ra poder se bronzear

 

Quando ele tarda, ela chora

E sofre desesperada

Seca por dentro e por fora

Fica até desintegrada

 

Mas ele volta, e então

É ve-lo desenrolar

Sobre ela, a sua paixão

Num doce e terno beijar

 

E ela? Nem queiram saber

Feliz deixa-se beijar

Inundada de prazer

Dá-se toda para o mar

 

02.06.2015 MP

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

-POESIA

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D