Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POETA É O POVO

POESIA

POETA É O POVO

POESIA

21
Set14

INVERNO DA VIDA


sopa-de-letras

 
 
 
Tarde cinzenta
Espalhando a tristeza das arvores.
Parecem tristes as arvores
Talvez por se despirem precocemente.
As folhas que outrora brotaram delas
Frescas, verdes e vicosas
Agora amarelas e castanhas jazem  pelo chao
Anunciando o Outono.
Assim como o Outono da vida.
Todas as vezes que visito aquele lugar...
Sou atingida pela melancolia
Por ali nao `e o Outono que paira
Naquele local, paira o Inverno da vida
Em cada canto a quietude inquietante
Ou o desassossego assustador
`E medonho
Observo cada rosto
Tentando adivinhar-lhes o frescor da juventude
A vitalidade
A estoria de vida.
As vezes ofereco-lhes um sorriso
Ou um aceno
Mas nao obtenho qualquer reaccao.
Olham-me como se eu fosse invisivel.
Aquele olhar perdido assusta-me
Inquieta-me
Longe do seu habitat
Abandonados por quem constituia o seu mundo
Eles proprios se abandonaram.
Partiram, sabe-se la para onde.
Ali, apenas jazem os corpos
Quais folhas secas
Encostadas num canto
Para onde o vendaval da vida os soprou.

Hoje foi dia de visita ao lar
 
BL-21.09.2014
 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

-POESIA

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D