POETA É O POVO
POESIA
04
Jul 15

11224901_1680393402195327_5519100481379736831_o.jp

  foto cedida por: Victor Gonçalves

 

Mergulho na luz deste entardecer,
Deslizo no tempo.
Retorno á tua época de criança.
Oiço-te rir.
Vejo na luz dos teus olhos...
Através dela,
Aquela grande alegria de viver.
Corres para mim,
Para te levar á água.
Saltando, esbracejando,

Chapinhando,
Vais rindo e fugindo das ondas.
E eu...

Protegendo-te,

Salvando-te delas,
Estava londe de adivinhar
Que um dia outras ondas viriam
Para as quais,  a minha agilidade nao bastaria.

 

04.07.2015 BL

 

publicado por sopa-de-letras às 09:44
tags: , , ,
Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO