POETA É O POVO
POESIA
03
Fev 14

 

 

 

Meu Deus como dói amar

Nesta triste condição

Querer ver o sol brilhar

E afundar em escuridão

 

Nada pior que o amor

Por alguem que o nao merece

A gente suportando a dor

Querendo esquecer, e nao esquece

 

Na luta com nosso eu

Nao se consegue escapar

Tentando ganhar, ja perdeu

Nunca se sai a ganhar

 

Mas que porra de agonia

Grita a alma desvairada

Mas que triste `é cada dia

Mas que amarga a alvorada

 

Deviamos ter um botão

Se nao interessa...desliga

Porquê amar em solidão

Alguem que só nos castiga?

 

Se neste verso coubesse

Tudo o que a alma sente

Talvez então eu pudesse

Rir com gosto, novamente

publicado por sopa-de-letras às 16:59
tags:
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO