POETA É O POVO
POESIA
06
Jan 16

 

Nasceu de amor e pecado
De amantes e bebedeiras
Nunca quis ser educado
Renega as boas maneiras

Cresceu de pata descalça
P’las calçadas da cidade
O fado não é uma farsa
É pureza e é verdade


Se parece traiçoeiro
Pois não o é na verdade
Seu coração verdadeiro
É feito de lealdade


Nos becos vai passeando
Seu olhar apaixonado
E é assim que vai matando
A fome de ser amado

 

MP-10.11.2015
Ciclo do fado

publicado por sopa-de-letras às 22:36
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
6 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
comentários recentes
Estamos sempre a tempo de ser felizes.
Ta...ta...ok...ta.... I love you...
Jorge Miguel....falamos la dentro ....ta????kkkkkk...
Isabel querida, obrigada pelas tuas palavras. Esto...
Pessoalmente fiquei abismado... nao porque duvide ...
Querida mana do coraçao ,já chega de sofrimento,tu...
Obrigada por visitar e comentar.Sinta-se em casa.
Évora é a nossa Mátria!http://aquem-tejo.blogs.sap...
Muito obrigada pelo seu comentario , meu amigo. Eu...
Olha que surpresa agradável me faz a amiga M.V.Let...
blogs SAPO